(11) 95032-4462 Vamos Conversar?

Entre em contato:

3227-8640 ou 3228-4589

MEC e governo alemão discutem cooperação entre os dois países

 Representantes do Ministério da Educação e do governo alemão reuniram-se na tarde da quarta-feira, 27, para retomar as discussões sobre a cooperação entre Brasil e Alemanha na educação profissional. A reunião ocorreu na sede da embaixada daquele país, em Brasília, e teve a participação do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Marcos Viegas, e do embaixador da Alemanha no Brasil, Dirk Brengelmann.

Um dos assuntos tratados foi o da criação de grupo de trabalho para analisar a viabilidade de implantação em instituições brasileiras de um projeto-piloto de aprendizagem baseado no sistema alemão. A proposta inicial é que o grupo seja composto por representantes da rede pública de educação profissional, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), da Câmara de Comércio e Indústria da Alemanha no Brasil, do setor da indústria e de trabalhadores.

“Todas as iniciativas que tenham como foco a elevação da qualidade das nossas escolas, sobretudo as que contemplam o currículo da formação profissional, nos interessam”, destacou Viegas. “Trata-se de uma agenda estratégica para o Brasil, que acreditamos ter potencial para gerar novas possibilidades para o sistema de ensino no país”.

Para Dirk Brengelmann, é preciso entender as particularidades dos sistemas alemão e brasileiro e procurar áreas de interesse comum. O embaixador apontou que a principal diferença entre os dois sistemas é a formação com foco no aprendizado prático. “Na Alemanha, o estudante passa mais de dois terços da sua formação atuando na indústria e o restante do tempo na escola; ou seja, a prática é um componente muito forte no currículo”, ressaltou.

Também participaram da reunião o diretor de integração das redes de educação profissional da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Gustavo Estevão; o assessor especial da Setec, Franclin Nascimento; e o conselheiro para assuntos científicos e intercâmbio acadêmico da embaixada alemã, Thomas Schröder.

Prática – O modelo dual de educação profissional da Alemanha tem como ponto central a busca da teoria aliada à prática no processo de ensino-aprendizagem. Naquele país, as instituições de ensino profissional atuam na transmissão do conhecimento teórico da profissão. Já a empresa é a responsável por proporcionar o conhecimento prático, por meio da inserção do estudante nas atividades cotidianas dos processos de produção.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Setec





Comentários


Colégio Modelar Supletivo Zona Norte Centro SP

Entre em contato: 3227-8640 / 3228-4589 / ||| Email: contato@colmodelar.com.br
Av.Tiradentes, 314 - Luz - São Paulo/SP
(Metrô Tiradentes - ao lado do Quartel da Rota)

REDES SOCIAIS: